Navigation

Search

Categories

On this page

Pat Helland e Metropolis
Como ler blogs
EDRA/Shadowfax & App blocks

Archive

Blogroll

Disclaimer
The opinions expressed herein are my own personal opinions and do not represent my employer's view in any way.



RSS 2.0 | Atom 1.0 | CDF

Send mail to the author(s) E-mail

Total Posts: 121
This Year: 0
This Month: 0
This Week: 0
Comments: 35

Sign In
Pick a theme:

# Friday, 16 July 2004
Friday, 16 July 2004 20:10:28 (GMT Daylight Time, UTC+01:00) ( Arquitecturas )

O autor do Metropolis e de outras coisas interessantes lançou um site para juntar ao seu blog.

# Monday, 05 July 2004
Monday, 05 July 2004 15:18:26 (GMT Daylight Time, UTC+01:00) ( Sync/Offline )

Continuo a encontrar muita gente que ainda usa IE Favorites e lê weblogs passeando com o browser pelas páginas web. Serve este post para esclarecer como é que se lê estas coisas de uma forma mais smartclient (e offline)

O truque é instalar um blogreader, por exemplo o newsgator ou o sharpreader, e ir adicionando estes links RSS 2.0 que aparecem na maior parte do blogs. O resto é a beleza de uma infraestrutura XML, simples, desacoplada e distribuída que trata de relacionar posts, links, comentários, referências e, no caso destes blogreaders, permite puxar o conteúdo para o laptop e gerir todos os posts offline ;-)

Monday, 05 July 2004 13:15:17 (GMT Daylight Time, UTC+01:00) ( Arquitecturas | Patterns | Web Services )

Neste Teched Amsterdam surgiram algumas novidades sobre a evolução dos application blocks e do shadowfax/SDAF/EDAF/EDRA. Desde então já se fizeram comentários sobre o fim do shadowfax. É verdade que o shadowfax se tornou num projecto complexo e de aplicação específica, contrariando os objectivos dos patterns & practices. No entanto este projecto vai ser muito importante para o lançamento da nova framework, do visual studio e de muitos documentos que estão a ser preparados para ajudar os programadores.

Neste projecto procura-se aplicar quatro princípios importantes na implementação de serviços em sistemas distribuidos:

  • Separação do interface do serviço da sua implementação
  • Separação da implementação (domain logic) daquilo que é ortogonal e específico de determinados transportes e/ou configurações (por exemplo: logging, tracing, autenticação, autorização, ...). Uma espécie de AOP aplicado aos pipelines de execução dos pedidos (AOP Aspects ~ Handlers).
  • Separação da implementação do transporte para permitir múltiplos transportes. (Se uma mensagem pode ser representada em XML porque não suportar simultaneamente serviços via Web Services, .NET Remoting, MSMQ, SMTP, Indigo...)
  • Interfaces estáveis (p.ex. com versões) para funcionarem com contractos que garantem o desacoplamento entre o serviço e os seus clientes (consumers)

Para demonstrar estes conceitos e como eles se aplicam com facilidade usando esta framework, foram introduzidas no source quatro quickstarts e um site de homebanking (GBRI/Global Bank). O projecto cresceu e teve muito feedback importante. Identificaram-se incongruências entre os vários app blocks actuais e descobriram-se novos blocos que vão surgir todos debaixo de um novo nome dentro do MSDN: algo entre o "Block Library" ou "Enterprise Library".

Resumindo, este continua a ser o melhor projecto para aprender (source code) a tirar partido da framework .NET e de onde estão a surgir importantes componentes reutilizáveis e gratuitos.

Podem começar pelo site do projecto http://www.gotdotnet.com/Community/Workspaces/Workspace.aspx?id=9c29a963-594e-4e7a-9c45-576198df8058. Entretanto foi publicado também um add-in (templates) para o VisualStudio para simplificar a utilização desta framework nos projectos: http://www.gotdotnet.com/Community/Workspaces/newsitem.aspx?id=9c29a963-594e-4e7a-9c45-576198df8058&newsId=2971