Navigation

Search

Categories

On this page

TheServerSide.NET: Autonomous Services
Ray Ozzie comenta o Longhorn
SOA Designer?
Indigo: O anúncio
PDC: Primeiras impressões
Indigo

Archive

Blogroll

Disclaimer
The opinions expressed herein are my own personal opinions and do not represent my employer's view in any way.



RSS 2.0 | Atom 1.0 | CDF

Send mail to the author(s) E-mail

Total Posts: 121
This Year: 0
This Month: 0
This Week: 0
Comments: 35

Sign In
Pick a theme:

# Wednesday, 04 February 2004
Wednesday, 04 February 2004 02:41:53 (GMT Standard Time, UTC+00:00) ( Arquitecturas | Patterns | PDC 2003 | Web Services )

Este novo site, gémeo do famoso portal da comunidade Java, está a começar muito bem e já se encontram aqui bons artigos. Recomendo o Autonomous Services and The New Information Architecture. É uma excelente compilação de temas relacionados com a evolução das tradicionais noções n-tier (DNA) para serviços autónomos. Descreve, por exemplo, como pode ser modelada a arquitectura dos dados nestas soluções: Request/Response Data, Reference Data, Activity Data & Resource Data. Está muito inspirado nas sessões do Architecture Symposium.

Neste site também se pode encontrar alguns capítulos do novo Patterns & Practices sobre Performance, por exemplo Improving Web Services Performance. E uma entrevista ao "pai" de muitas das coisas que se discutem neste blog: Don Box - Indigo Architect.

# Friday, 14 November 2003
Friday, 14 November 2003 12:53:23 (GMT Standard Time, UTC+00:00) ( PDC 2003 | SAF 2003 | Sync/Offline | Web Services )

Durante as sessões que assisti sobre WinFS e sobre Sincronização/Offline sempre me suscitou curiosidade qual seria a reacção da Groove Networks perante a evolução dos mecanismos de replicação que está acontecer na próxima versão do Windows.

Pois o criador do Lotus Notes, que também esteve no PDC e no SAF, respondeu a todas as minhas questões durante uma entrevista para a EWeek:
Ray Ozzie on Longhorn & Groove Networks

As relações entre WinFS, Offline Syncronization, Peer-to-PeerIndigo são muito interessantes e esperemos que fique cada vez mais simples fazer aplicações offline "expertas".

# Friday, 31 October 2003
Friday, 31 October 2003 02:19:35 (GMT Standard Time, UTC+00:00) ( Patterns | PDC 2003 | Web Services )

Com a próxima versão do Visual Studio (Whidbey) vem uma nova ferramenta de modelação (Whitehorse). O objectivo é introduzir um conjunto de ferramentas model-driven que suportem não uma linguagem universal mas sim "Domain Specific Modelation Languages". Em várias sessões do PDC vimos essa ferramenta aplicada na especificação, desenho, implementação, instalação e monitorização de Web Services. A imagem é um exemplo retirado dos slides da sessão do Keith Short: Solution Architecture in the Service-Oriented Enterprise (PPT).

Outros comentários e links:
Roadmap das ferramentas de desenvolvimento 2004-2005
Building Manageable Apps (PPT)
Microsoft Embraces Modeling (EWeek)

Neste artigo da EWeek pode ler-se "To fuel its drive into modeling, Microsoft has been amassing a core of top-level UML and modeling talent, just as the company has done in XML and Web services, sources said. Over the past year, Microsoft has hired a series of UML experts, including four who previously worked for Rational: Jochen Seemann, Wojtek Kozaczynski, Jack Greenfield and Ed Eykholt." - mas se isto não é só UML será que a Microsoft vai lançar aqui algo divergente do UML?

# Tuesday, 28 October 2003
Tuesday, 28 October 2003 19:48:54 (GMT Standard Time, UTC+00:00) ( PDC 2003 | Web Services )

"Indigo" é nome de código da nova plataforma de Messaging/Remoting e pretende consolidar .NET Remoting, DOM/COM+/EnterpriseServices, ASP.NET Web Services/WSE e MS MessageQueue. Predende criar um serviço para construção de aplicações distribuídas que abstrai desde as comunicação inter-processo até aos web services entre organizações. Ou seja, passamos a usar um único modelo para implementar Arquitecturas Orientas a Serviços (SOA). Isto incluí serviços para transacções, garantia de entrega, segurança numa infra-estrutura altamente escalável.

A sessão do Don Box foi um introdução aos Service Oriented Arquitectures, as suas motivações e principalmente as orientações que devemos aplicar hoje no desenho dos sistemas distribuídos.

Ontem gostei de ver um exemplo da Merck de aquisição de dados de pacientes que estão em casa sob efeito de novos medicamentos. Um pocketPC recolhia o Pulso Cardiaco e consumo de Oxigénio e estava a alimentar em "Real-Time" uma base de dados central. Mesmo as ferramentes de analise usadas pelos médicos conseguiam monitorizar em real-time ou recuperar o histórico do paciente rapidamente. O interessante foi perceber que o real-time era resistente à conectividade simplesmente porque o serviço era queued. Estes modelos online/offline podem ser feitos hoje mas não com a simplicidade com que estamos aqui a ver nesta geração de ferramentas e não tão interoperavel como vai sendo possível fazer com os Web Service.

Também já está online o site MSDN sobre Indigo.

Tuesday, 28 October 2003 01:20:30 (GMT Standard Time, UTC+00:00) ( PDC 2003 )
Umas notas antes de adormecer em pé
# Monday, 27 October 2003
Monday, 27 October 2003 09:47:35 (GMT Standard Time, UTC+00:00) ( PDC 2003 | Web Services )
Está quase a chegar ao momento de anunciar publicamente o projecto "Indigo"